Marcelus Villaça – Meus cabelos brancos


OS MEUS CABELOS BRANCOS
JÁ NÃO PODEM ESCONDER A MINHA IDADE
SÃO BRANCOS DE SAUDADE SÃO
SÃO MÁGOAS NO MEU CORAÇÃO

AMIGO A VELHICE, ESTÁ ME ABRAÇANDO
EU NOTO QUE MEU ROSTO
JÁ ESTÁ SE MODIFICANDO

EU OLHO NO ESPELHO, ME VEJO DIFERENTE
JÁ NÃO SOU MAIS AQUELE DE ANTIGAMENTE
JÁ NÃO SOU MAIS AQUELE DE ANTIGAMENTE

SAUDADE, DO MEU TEMPO DE RAPAZ
DAS MULHERES QUE BEIJEI
QUE JÁ NÃO ME BEIJAM MAIS

PORQUE, QUAL UMA FLOR QUASE TODAS MORRERAM
E AS QUE VIVEM NESSE MUNDO
TAMBÉM JÁ ENVELHECERAM

Anuncios

Marcelus Villaça – Corcovado (Tom Jobim)


Um cantinho, um violão
Esse amor, uma canção
Pra fazer feliz a quem se ama

Muita calma pra pensar
E ter tempo pra sonhar
Da janela vê-se o Corcovado
O Redentor, que lindo!

Quero a vida sempre assim
Com você perto de mim
Até o apagar da velha chama

E eu que era triste
Descrente desse mundo
Ao encontrar você eu conheci
O que é felicidade, meu amor.